Cinco conselhos nutricionais para o regresso à rotina
em 10 Sep 2018 12:53 PM
-A +A

Mesmo não o desejando, Setembro está ao virar da esquina e com ele o adeus às férias e o retorno à rotina, o fim da jornada contínua e a volta ao tupperware. Deixamos para trás os excessos do Verão, as refeições fora de horas e os petiscos que tiveram um impacto maior ou menor no nosso corpo.

Por isso, para a volta à rotina depois das férias, a Super Premium Diet, o serviço de assessoramento nutricional do Grupo NC Salud, oferece uma série de conselhos para lidar com o retorno ao trabalho depois dos excessos do Verão e retomar a rotina nutricional:

  1. Tomar um pequeno-almoço completo.

É pouco aconselhável ir para o trabalho sem antes tomar um pequeno-almoço completo, que contenha todos os macronutrientes como são as proteínas dos lacticínios desnatados, as gorduras saudáveis dos frutos secos ou o azeite e os hidratos de carbono dos cereais e das frutas, que também fornecem vitaminas e minerais para começar o dia com força.

  1. Lanche a meio da manhã.

Duas ou três horas após o pequeno-almoço deve fazer-se um lanche à base de fruta, café ou infusões, que ajuda a ter uma hidratação correta ao longo da manhã e a chegar à hora do almoço sem fome.

  1. Reduzir as gorduras.

Geralmente nas férias consome-se um maior número de produtos ricos em gorduras, como carnes vermelhas, gelados, snacks, fritos ou pizzas. Para voltar a uma alimentação saudável e energética recomenda-se comer as gorduras provenientes dos frutos secos, peixes azuis, azeite ou abacate. São todos produtos que se podem adicionar às saladas e que ajudam a superar os longos dias de trabalho.

  1. Frutas e verduras da época.

Kiwis, abacates, limões, pêras, uvas, romã, manga, anona, dióspiro ou melancia são algumas das frutas que se podem comer entre Setembro e Outubro. Entre as verduras da época encontram-se as beringelas,o  agrião, a abóbora, o tomate, o feijão verde, cogumelos, espinafres, acelgas, endívias, alface, nabo, beterraba, repolho ou rabanete.

“Estes alimentos fornecem um maior número de vitaminas e minerais que os que não são da época” explica Carlos Fernández, diretor médico del Grupo NC Salud. Também devemos optar por frutas e verduras mais diuréticas e antioxidantes como as alcachofras, a romã, frutos vermelhos ou infusões como a cavalinha.

  1. Legumes para o intestino.

É fundamental retomar a alimentação de legumes algumas vezes por semana, que proporcionam energia e evitam a obstipação, graças ao seu elevado conteúdo em fibra. Uma boa opção para as semanas em que ainda não está muito frio é apresentá-los sob a forma de saladas.